Abriu a Escola Nova

Sexta-feira, 17 de Setembro de 2016, teve início o ano lectivo na EB1/JI do Carvalhal de Aljubarrota, onde começou o projecto Escola Rumo ao Futuro. A inauguração contou com a presença da direcção do Agrupamento, dos Srs. Presidentes de Câmara de Alcobaça e Junta de Freguesia de Aljubarrota, e da Sr.ª Vereadora. Foram tecidas algumas palavras relativas ao esforço de arranjo e pintura das instalações, da inovação que o projecto educativo representa na região, e do papel das professoras e dos pais na construção deste projeto.

Tudo isso é verdade. Achamos que municípios que pintam escolas, agrupamentos e professores que inovam na educação e pais que se envolvem no projecto escolar não fazem mais do que a sua obrigação, mas como nem sempre isso acontece, achamos que o assunto é digno de nota.

Educadora Cláudia, Presidente da Junta de Aljubarrota, Presidente da Câmara de Alcobaça, Vereadora da Educação, professora Catarina, professora Natália

Só faltou dizer uma coisa: obrigado à Fundação Vida Nova.

O nosso projecto de educação pré-escolar é único no concelho. Somos reconhecidos por pais, instituições e sociedade em geral. O que fazemos não é novidade: colocamos cada criança no centro da sua própria aprendizagem, segundo os princípios do Movimento da Escola Moderna (MEM), que dá provas há 40 anos. Também não é segredo: estamos abertos a visitas de professores e educadores, sejam do público ou do privado. Basta ligar para combinar data e hora, e será bem recebido(a). Temos tudo a aprender uns com os outros.

A excelência do nosso pré-escolar motivou os pais a desafiarem-nos para um projecto de primeiro ciclo. Aceitámos. Após nove meses de trabalho, tínhamos:

  • apoios de entidades privadas e da Junta de Freguesia de Alcobaça/Vestiaria
  • parcerias com entidades de referência
  • a assessoria de especialistas em educação diferenciada
  • um estudo de viabilidade positivo
  • fundos para obras de remodelação
  • o processo de autorização encaminhado na DGEstE
  • número suficiente de alunos
  • uma professora seleccionada, com bastante experiência no MEM

Mas também tínhamos uma questão fundamental… Vamos fazer um ensino de excelência para vinte crianças? Pouco mais que 1% dos alunos de 1.º ciclo do nosso concelho? Ou vamos tentar melhorar o ensino / aprendizagem para mais alunos, mesmo que o projecto não seja “nosso”?

Então, experimentámos algo completamente diferente: formarmos um movimento de pais e cidadãos, entregarmos-lhes o nosso projecto, e desafiá-los a apresentarem o projecto ao Agrupamento. Após uma série de reuniões de trabalho na Fundação Vida Nova, o projecto foi adaptado à realidade do Agrupamento de Escolas de Cister, e foi apresentado à direcção do mesmo, que o aceitou – e em boa hora.

A escola básica do Carvalhal de Aljubarrota estava em risco de fechar, com previsão de 14 alunos no 1.º ciclo e talvez cinco em JI, abaixo do mínimo de 20. A Fundação Vida Nova contribuiu para a melhoria e diferenciação do ensino público em Alcobaça, e evitou que uma escola fechasse. Graças ao projecto inovador que nós desenvolvemos e oferecemos à comunidade, o Carvalhal tem agora 51 crianças; onze delas vieram da Fundação Vida Nova.

Muitos são já os interessados para o próximo ano… tantos que não caberão todos no Carvalhal. Em 2017, provavelmente a Escola Rumo ao Futuro irá rumo a outras escolas do concelho. Continuaremos a apoiar todos os professores e pais interessados num ensino diferenciado.

Não temos nenhum papel directo na escola do Carvalhal, tal como ela está; e foi assim que quisemos. Queremos cooperar com todos, para o bem das crianças de Alcobaça – mesmo que o preço a pagar seja não termos a nossa própria escola. Não fizemos mais do que a nossa obrigação; mas mais uma vez, como a cooperação nem sempre é a norma, achamos que o assunto é digno de nota.

Bom trabalho, crianças, pais, professoras e Agrupamento. Continuem a contar connosco para sermos e fazermos pessoas formadas e transformadas, cooperando para o bem da comunidade.