Arte é imitação

A formação e a inovação são muito importantes quando se pratica o ensino comunitário; por isso, todos os anos as nossas educadoras frequentam formações e oficinas à sua escolha. Após terem participado numa formação em que outros professores apresentaram formas de trazer a arte para a sala de jardim de infância, as nossas educadoras espicaçaram a curiosidade dos meninos, e puseram mãos ao trabalho – não apenas aprender sobre os mestres, mas imitar as suas técnicas!

Após terem aprendido sobre a técnica dos círculos concêntricos de Wassily Kandinsky’s (veja aqui o original), as nossas crianças sentiram-se inspiradas! Os nossos pequenos Kandinskys pintaram a Primavera assim:

Em outro dia, ao discutirem em grande grupo as suas aptidões, as crianças identificaram que alguns deles precisavam melhorar o corte e a colagem. Naturalmente, buscaram inspiração nos Grandes Mestres… e descobriram o Monsieur Henri Matisse. Eis os trabalhos dos nossos meninos, baseados na técnica dos papiers collés:

As educadoras escreveram uma pequena biografia de Matisse para ajudar os pais – e elas próprias – a melhor apreciar o trabalho das crianças. Toda a gente aprende!

As nossas salas e corredores ficaram transformadas numa galeria de arte. Jackson Pollock e Van Gogh já tiveram a sua vez. E para o Dia das Mães de 2017, as crianças pintaram a mãe não uma, mas quatro vezes – no estilo pop-art da Marylin Monroe de Andy Warhol!